Enfrentando tornados e furacões em Orlando

Sobre descobrir na prática que os meses de agosto e setembro são a alta temporada de tornados e furacões na Flórida. 

magic-kingdom-orlando.jpg

O Drama da Vez

Tudo começou no famoso Premium Outlet de Orlando. Já era tarde – tínhamos acabado de sair dos parques da Universal, mas resolvemos ir até lá com um único objetivo: Comprar o ingresso para o mais tradicional parque da Disney, o Magic Kingdom.

Eu sei que parece loucura, mas se não fosse a única bilheteria aberta naquela horário, dificilmente eu teria enfrentado um shopping logo após encarar dois parques no mesmo dia (tem Photo Diary contando essa aventura bem aqui!).

Já com os Ingressos na mão, uma funcionária me perguntou quando pretendíamos visitar o parque. Achei engraçado, mas falei que no dia seguinte. Ela me olhou com surpresa e sugeriu irmos outro dia porque a previsão do tempo dizia que iria chover. Expliquei para ela que passaríamos apenas dois dias em Orlando e por isso teríamos que enfrentar a chuva.. Ela soltou um suspiro muito longo e disse: “Espero que vocês consigam ir.”

Desconfiei que algo estava me passando despercebido.

Ainda no caminho de volta para o hotel, uma chuva surreal começou a cair. Era tanta água e tanto vento que eu até pensei em pararmos o carro para esperar o tempo melhorar – mas quem disse que conseguimos enxergar os restaurantes na rua?!

Andando a praticamente 10 km por hora, conseguimos chegar. Descobrirmos que os bombeiros tinham decretado o risco de um tornado atingir Orlando pela manhã e que todos os hóspedes deveria ficar dentro do hotel. Foi quando me liguei: Agosto e Setembro são a alta temporada de tornados e furacões na Flórida. Como não pensei em pelo menos acompanhar esse risco antes?

Meu Deus, mas e o Magic Kingdom? 

Confesso que fiquei um pouco preocupada não pelo tornado em si, mas por perder um dia de parque (hehe, #prioridades).

magic-kingdom-orlando-florida-usa

Corri para o hall do hotel para conseguir mais informações sobre o tal do tornado, quando um funcionário muito atencioso me explicou tudo sobre esse fenômeno tropical.

Das várias coisas que ele me contou, a mais importante foi que é um pouco raro essas tempestades atingirem Orlando, já que o tornado em si perde força quando chega ao continente. Ou seja, se eu tivesse sorte, o tornado se tornaria uma chuva muito forte e a visita ao Mickey não estaria perdida.

Ele ainda deixou bem claro que se os bombeiros sugerissem que ficássemos no hotel, nem os parques da Disney abririam no dia – Eles são extremamente sérios com a segurança de seus visitantes. E claro, ficaríamos no hotel.

Como a boa mineira que sou, depois dessa conversa, ainda passei um bom tempo pesquisando a atitude da empresa em situações como essa (sou desconfiada!). Queria ter certeza de que estava tudo bem. Muitos links depois, acabei me convencendo de que se não houvesse perigo, os parques abririam e eu e a minha priminha poderíamos aproveitar sem preocupações.

Onde foi parar o tal do tornado?

No dia seguinte, o tempo estava muito cinza, mas adivinhem? O tornado mudou de direção. Eu nem acreditei quando ouvi o jornal dizendo que estava tudo bem. Depois de passar na recepção e ter certeza que o risco não existia mais, corremos para o café da manhã e em poucos minutos, estávamos a caminho do meu lugar preferido em Orlando.

(É importante frisar que caso existisse qualquer ameaça, nós teríamos ficado quietas no hotel, viu? Com isso não se brinca!)

festival-of-fantasy-parade-magic-kingdom

Com toda essa confusão, várias pessoas desistiram de visitar o parque naquele dia. Como ainda estava chovendo, o Magic Kingdom estava muito vazio pela manhã – isso foi surreal! Eu nunca pensei que diria isso, mas sabe o que é chegar na Splash Mountain (sem fast pass) e não pegar fila? Nesse dia, por incrível que pareça, eu acabei descobrindo.

Apesar da oportunidade de ir em todas as atrações, confesso que estava um pouco chateada com a chuva. Era um cenário totalmente diferente dos parques da Universal, uma vez que as paradas e os shows da noite não aconteceriam caso o tempo continuasse daquele jeito. E adivinhem? Aquela seria a primeira noite de Halloween do ano no complexo Disney.

magic-kingdom-orlando-florida

Ainda assim, vale ressaltar que fiquei muito impressionada com o profissionalismo dos funcionários no parque. Eu sempre saio admirada, mas dessa vez, foi fora do sério. Mesmo com aquele tempo horrível, eles nos trataram super bem e não deixaram a chuva atrapalhar o nosso dia (muito pelo contrário). Era fácil notar as fantasias e uniformes todos molhados, mas em nenhum minuto eles pararam de sorrir ou serem atenciosos. Estrelinha pra Disney – mais uma vez!

Para fechar a saga, eu já tinha desistido do Halloween, quando finalmente o sol apareceu e o céu resolveu ficar um pouquinho azul! Claro que o tempo continuou um pouco feio, mas para quem estava esperando um tornado no dia anterior, eu saí muito no lucro, né? A parada das princesas até aconteceu no final da tarde!

festival-of-fantasy-parade-disney

Vocês devem estar curiosos, mas devido ao tamanho desse post, vou contar como foi passar o Halloween com o Mickey Mouse em outra oportunidade (me empolguei, hehe). Até lá!

 

Anúncios

Um comentário sobre “Enfrentando tornados e furacões em Orlando

  1. Uauuu… Que adrenalina hein? Ainda bem que no final deu tudo certo e vc conseguiu aproveitar a viagem 🙂 Se puder, faça um post explicando como foi o planejamento da viagem, se foi por conta ou por alguma empresa, investimento e tals, plis 😉 Bjos

    Curtir

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s